14 Fev, 2017

Campanha promove um mês sem álcool no país da cerveja

A iniciativa, inspirada em campanhas nos Estados Unidos e no Reino Unido, desafia os cidadãos belgas a não consumir álcool durante 28 dias

A Fundação contra o Cancro da Bélgica, país com mais de 200 fábricas que produzem 1.500 tipos de cerveja, lançou em fevereiro uma campanha de abstinência para eliminar o consumo excessivo de álcool e prevenir os riscos a ele associados.

Mathijs Goossens, um dos médicos que lançou a iniciativa revela que já tem 128 mil inscritos e que a campanha não pretende alcançar o “zero absoluto” de consumo de álcool. “Não queremos criar uma população que não beba álcool. Não há necessidade. Só queremos eliminar o consumo automático”, explica Goossens.

O álcool é uma das cinco primeiras causas de cancro entre a população e limitar o seu consumo traz vantagens automáticas, ainda que o efeito só se perceba no longo prazo.

“É completamente proporcional: 50% menos de álcool, 50% menos de risco de cancro, resume o médico, sublinhando que, se o consumidor de álcool também fumar, o risco é maior porque “há uma sinergia multiplicadora”.

A iniciativa, inspirada em campanhas semelhantes nos Estudos Unidos e no Reino Unido, pretende também chamar a atenção para outras vantagens associadas à moderação do consumo de álcool, como a melhoria da qualidade do sono, a redução da secura da pele e a poupança tanto económica como calórica.

LUSA/SO

 

Msd - banner_final

 

ler mais

RECENTES

ler mais