3 Mar, 2017

Bolsa de Investigação em Mieloma Múltiplo abre candidaturas

A bolsa, no valor de 15 mil euros, dirige-se a investigadores nacionais ou estrangeiros a desenvolver projetos em instituições portuguesas e tem a duração de um ano

No mês em que se comemora a Consciencialização do Mieloma Múltiplo, a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL), a Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH) e a Amgen Biofarmacêutica assinalam a data com a criação de uma Bolsa de Investigação em Mieloma Múltiplo (clínica, básica, epidemiológica e/ou qualidade de vida). As candidaturas estão abertas até dia 30 de abril de 2017.

A bolsa, no valor de 15 mil euros, dirige-se a investigadores nacionais ou estrangeiros a desenvolver projetos em instituições portuguesas, tem a duração de um ano e pretende impulsionar a investigação em Mieloma Múltiplo.

Este é um passo importante no desenvolvimento do conhecimento sobre esta doença hemato-oncológica rara, para a qual ainda existe a necessidade de disponibilizar tratamentos mais eficazes que aumentem a sobrevivência e qualidade de vida dos doentes.

Em Portugal, estima-se que surjam 513 novos casos por ano, segundo dados do Globocan.

O presidente da APCL, Prof. Doutor Manuel Abecassis, defende que que “estes incentivos são de extrema importância para o desenvolvimento da investigação nacional, colmatar a falta de dados e consequentemente potenciar o desenvolvimento de novas estratégias para o diagnóstico, o tratamento, a avaliação ou o acompanhamento destes doentes.”

“É uma grande satisfação para a SPH participar neste projeto. É nosso objetivo apoiar iniciativas de carater técnico-científico na área hemato-oncológica, nomeadamente através de bolsas de investigação científica”, revela o presidente da SPH, Porf. doutor José Eduardo Guimarães.

O regulamento da Bolsa de Investigação em Mieloma Múltiplo pode ser consultado aqui.

 

Comunicado de Imprensa/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais