Bluepharma lança nova edição das Farmacopeias Portuguesas

A Bluepharma acaba de lançar uma edição facsimilada da obra "Pharmacopea Ulyssiponense", obtida a partir de um original que se encontra no acervo da Biblioteca da Universidade.

“Trata-se da quarta obra de um conjunto de 10 que em 2014 nos comprometemos a reeditar, ao ritmo de uma publicação por ano. Uma iniciativa levada a cabo em colaboração com a Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e com a Imprensa da Universidade de Coimbra, numa parceria que muito nos honra. E contando, sempre, com o precioso trabalho de investigação do Prof. Doutor João Rui Pita – essencial para este projeto de recuperação de publicações muito importantes para a História da Farmácia”, explica Paulo Barradas Rebelo, presidente da Bluepharma.

A apresentação da nova farmacopeia foi levada a cabo por João Rui Pita, professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, contando com a presença de Paulo Barradas Rebelo, presidente da Bluepharma, José Augusto Bernardes, diretor da Biblioteca Geral, e Delfim Ferreira Leão, diretor da Imprensa da Universidade de Coimbra.

A Pharmacopea Ulyssiponense original remonta a 1716 e é da autoria de João Vigier, droguista francês que se fixou no nosso país e que aqui exerceu a arte farmacêutica. Trata-se de uma obra complexa e marcante na literatura farmacêutica portuguesa, pois foi a primeira farmacopeia a introduzir em Portugal, de um modo sistemático, os medicamentos químicos.

“Porque respeitamos muito o passado que nos trouxe até aqui, continuamos a trabalhar de forma incansável, no presente, mas sempre com os olhos postos no futuro. Por isso faz todo o sentido reeditarmos esta “Pharmacopea Ulyssiponense” – e agradeço a quantos colaboraram para a concretização desta obra notável” – reforça Paulo Barradas Rebelo, presidente da Bluepharma.

Comunicado/SO

 

ler mais

RECENTES

ler mais