630 profissionais de farmácia desafiados a pensar o futuro das farmácias em Portugal

157 farmácias e 630 farmacêuticos foram desafiados a pensar o futuro das farmácias comunitárias em Portugal com o objetivo de criarem propostas de valor para desenharem a farmácia do futuro

Esta iniciativa conjunta da Rede Claro e da Health Porto pretende colocar os farmacêuticos na linha da frente na procura de soluções para os desafios que o setor enfrenta. Assim, a apresentação destas propostas acontece no dia 27 de maio, sábado, em Coimbra, a partir das 10h00.

As farmácias comunitárias têm atravessado períodos de profundas mudanças. As alterações ao seu funcionamento e regime jurídico, a entrada de novos concorrentes no mercado e a crise económica dos últimos anos resultaram numa fragilização do setor, obrigando à procura de novas soluções. Tendo em conta este cenário e motivados pela vontade de prestar um melhor serviço ao cidadão e adequar a oferta e serviços à realidade presente e futura, a Rede Claro e a Health Porto convidaram a MighT – Talent Strategists para desenhar uma estratégia que permitisse “ouvir as Farmácias” e colocar os farmacêuticos a desenhar a farmácia do futuro.

Para pensar o futuro destes agentes fundamentais para a sociedade, nada mais importante do que envolver as pessoas que estão no terreno todos os dias, uma vez que são, por um lado, quem tem contacto mais próximo com os clientes e, por isso, mais conhecimento tácito; e por outro estão mais focadas no cliente e menos nas “regras do negócio”, conseguindo assim uma maior capacidade de pensar ‘fora da caixa’.

Este envolvimento dos profissionais desenvolveu-se em duas fases.

Numa primeira fase, através da criação de uma rede social aberta apenas às farmácias dos grupos Rede Claro e Health Porto, todos os colaboradores foram desafiados a descobrir os seus talentos e a reconhecer o potencial dos seus colegas. Numa segunda fase, os participantes selecionados foram convidados a participar numa série de workshops de desenvolvimento de competências de conceção, estruturação e pitch, ao longo dos quais construíram as suas propostas de valor. Este processo, que envolveu inúmeros profissionais, decorreu nos últimos 9 meses e permitiu a construção de várias propostas de valor, de acordo com a sua visão do futuro da farmácia.

Assim, no dia 27 de maio, Coimbra será palco do Pitch Parade onde várias equipas de profissionais de farmácia vão ter oportunidade de apresentar as suas propostas de valor a um painel de jurados e a uma audiência que contará com colegas de outras farmácias, representantes da indústria farmacêutica e utentes convidados.

image001

 

Comunicado de Imprensa/SO/SF

 

ler mais

RECENTES

ler mais