Alexandre Valentim Lourenço, presidente do Conselho Regional, adiantou ao Jornal de Notícias que o Conselho Disciplinar da Região Sul (CDRS) tem 1699 processos em tramitação. O CDRS tem vindo a acumular processos e a situação tem-se agravado com o aumento das queixas recebidas nos últimos anos.

“Entre 2016 e 2018 o número de processos duplicou de 335 para 669”, refere o presidente do CR do Sul da Ordem dos Médicos (OM). Perante o atraso na análise dos processos, que podem colocar em causa a segurança dos doentes, o Conselho Regional do Sul da OM decidiu contratar uma equipa de advogados para acelerar a análise dos casos. Caberá também a esta equipa de apoio jurídico priorizar a análise de cada processo, tendo em conta a proximidade da prescrição, o acumular de casos em torno de um médico ou a gravidade dos casos.

TC/SO