A APIFARMA anunciou por estes dias a criação do Prémio “Cidadania em Saúde”, criado no âmbito das comemorações dos 80 anos da associação. Em nota à imprensa, a associação que reune as empresas farmacêuticas que operam em Portugal explica que a novel distinção nasce para distinguir os projectos das Associações de Doentes em quatro áreas distintas: 1. Prevenção, Diagnóstico e Literacia em Saúde; 2. Contributo para a Sociedade; 3. Inovação; e 4. Empreendedorismo.

O valor dos prémios totaliza 40 mil euros, montante repartido igualmente por cada uma das áreas a concurso.

Podem candidatar-se ao Prémio APIFARMA “Cidadania em Saúde”, as Associações de Doentes portuguesas inscritas na lista oficial do Serviço Nacional de Saúde, disponível em https://www.sns.gov.pt/institucional/parceiros-institucionais.

A área “Prevenção, Diagnóstico e Literacia em Saúde” destina-se aos projectos que permitam o desenvolvimento de sistemas de prevenção e diagnóstico da doença e de incremento de processos de melhoria na informação prestada aos doentes.

A área “Contributo para a Sociedade” destina-se aos projectos que permitam a criação de condições que visem a reintegração do doente na sociedade, como cidadão responsável e produtivo, e que permitam ganhos em saúde e financeiros para o Doente e para a sociedade.

A área “Inovação” destina-se aos projectos que se distingam pelo carácter inovador e diferenciador no tratamento e cuidado com os Doentes, e que possam constituir uma boa prática para outras Associações.

A área “Empreendedorismo” destina-se aos projectos que permitam às Associações de Doentes obter financiamentos alternativos para as suas actividades, em especial na gestão e desenvolvimento das próprias Associações e na criação de condições logísticas para o apoio ao Doente.

O regulamento pode ser consultado no website do APIFARMA, Aqui. As candidaturas podem ser enviadas até ao dia 30 de Setembro, inclusive.

 

MMM/Comunicado

ler mais