A Coreia do Sul está preocupada com o facto da Coreia do Norte estar a ignorar os seus apelos para promoverem esforços conjuntos para conter a propagação do surto norte-coreano de peste suína africana.

O Ministério da Agricultura da Coreia do Sul informou hoje que exames ao sangue de porcos em cerca de 340 explorações próximas da fronteira realizados até terça-feira voltaram a dar resultados negativos.

Centenas de cercas e armadilhas foram instaladas à volta das explorações para evitar que os suínos entrem em contacto com javalis selvagens que entram e saem da Coreia do Norte.

Seul diz que o Norte não respondeu a propostas de esforços conjuntos de quarentena.

A doença, que dizimou explorações na China e em outros países asiáticos, é inofensiva para os seres humanos, mas para os porcos é fatal e altamente contagiosa.

Lusa

ler mais