A iniciativa DOC+Vida é um projeto que pretende envolver toda a sociedade, seja através de empresas ou associações com vista a transmitir a importância da Cardioproteção e, de uma forma cívica, melhorar a saúde pública em Portugal.

Através de seminários de sensibilização e esclarecimento sobre a cardioproteção; formações e workshops de Suporte Básico de Vida (SBV) e de DAE (Desfibrilhador Automático Externo); conferências sobre hábitos de vida saudáveis a empresas e jornadas sobre alimentação para um coração saudável nas escolas este projeto pretende alcançar cada vez mais pessoas.

O DOC é o único desfibrilhador inteligente no mercado, sendo o único que incorpora monitorização remota 24 horas por dia, teleassistência com a Cruz Vermelha Portuguesa, chamada automática para os serviços de emergência e geolocalização, via GPS, do local exato da vítima.

A tecnologia DOC é segura e eficaz já que integra um cartão SIM que conecta automaticamente a um operacional treinado da Cruz Vermelha que ajuda durante todo o processo. Além disso, o DOC é também o desfibrilhador mais fácil de usar, bastando colocar os elétrodos no peito da vítima.

Quando se verifica uma emergência real, o DOC é retirado da caixa de proteção e o operacional treinado envia as coordenadas exatas para os serviços de emergência.

De acordo com o responsável pelo projeto DOC na Almas Industries, Miguel Martins, este é um projeto que visa “dotar as pessoas de ferramentas que possam salvas vidas”.

“Todos os anos, morrem cerca de dez mil pessoas em Portugal devido a paragem cardiorrespiratória. Saber como agir num momento de emergência é crucial. Esperamos, por isso, dar continuidade ao projeto DOC+Vida em Portugal e chegar a cada vez mais pessoas. É nosso dever sensibilizar e é o dever de todos estarem aptos a ajudar”, sublinha.

O projeto DOC+Vida é uma iniciativa da Almas Industries, no âmbito da sua patente DOC (Desfibrilhador Operacional Conectado).

De acordo com dados enviados num comunicado de imprensa, foram, no total, realizadas sete ações de sensibilização, tendo sido sensibilizadas 4710 pessoas para a importância das manobras de Suporte Básico de Vida e de Desfibrilhação Automática Externa. Estima-se que, até ao final do ano vigente, o DOC+Vida chegue a mais cerca de mil pessoas.

Erica Quaresma

ler mais