“O Governo designou Joaquim Daniel Lopes Ferro, Luís Filipe Pereira dos Santos Pinheiro, Maria de Lourdes Caixaria Bastos, Pedro de Andrade Pais Pinto dos Reis e Ana Paula Dias Costa Fernandes para os cargos, respetivamente, de presidente e vogais executivos do conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte”, refere o comunicado do Conselho de Ministros de hoje.

Há cerca de um mês, Daniel Ferro tinha sido substituído na administração do Garcia de Orta, em Almada, por Luís Manuel Martins Amaro. Daniel Ferro é licenciado em Direito e tem pós-graduações em Administração Hospitalar e em Estudos Europeus.

Além de presidir à administração do Garcia de Orta, foi vogal da administração do Centro Hospitalar Lisboa Central entre 2007 e 2010 e ainda vogal executivo do Hospital de Santa Marta, em 2006 e 2007.

Recentemente, enquanto presidente do Garcia de Orta, passou pela polémica das urgências de pediatria, com denúncias de vários profissionais e da Ordem dos Médicos em relação à falta de recursos humanos para assegurar as escalas.

No final de 2018 foram também tornados públicos problemas de falta de anestesistas, levando na altura a que o Hospital reduzisse a atividade cirúrgica. A falta de anestesistas é um problema que afeta várias unidades do SNS em todo o país.

LUSA

ler mais