Segundo o IPO Lisboa, foram angariados um total de 53.843 euros com o projeto Agenda Solidária IPO 2019, o melhor resultado dos últimos três anos. A Agenda Solidária IPO 2018 permitiu angariar 46.286 euros, para aplicar na nova Unidade de Transplante de Medula, e no ano anterior 50.295 euros, para o Serviço de Pediatria.

Este ano, a iniciativa Agenda Solidária IPO, com uma tiragem de 20 mil exemplares e a colaboração de 12 figuras públicas, assinalou também os 95 anos do instituto.

A edição deste ano contou com a colaboração de personalidades como, por exemplo, as escritoras e jornalistas Alice Vieira e Laurinda Alves, o sociólogo António Barreto, o físico Carlos Fiolhais, o músico Pedro Abrunhosa e o selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, que foram convidados a escrever uma história inédita sobre um acontecimento das suas vidas.

As histórias e a capa da Agenda Solidária IPO 2019 foram ilustradas por Marta Torrão. A Agenda Solidária IPO 2019 resultou de uma iniciativa do IPO Lisboa com a editora Livros Horizonte.

“Com os resultados obtidos, a enorme adesão de doentes, público e parceiros, o IPO Lisboa reconhece o valor social desta iniciativa e decidiu dar-lhe continuidade. No final do ano lançará o seu quarto projeto solidário: a Agenda Solidária IPO 2020”, refere o instituto, em comunicado.

O IPO recorda ainda que o Hospital de Dia é o local onde os doentes (adultos) fazem quimioterapia, em regime ambulatório. Em 2018, segundo dados do IPO Lisboa, fizeram-se mais de 34 mil sessões de quimioterapia só em Hospital de Dia.

A edição deste ano da Agenda Solidária IPO reverte para a construção de um novo hospital de dia de oncologia e de hematologia, melhorando as condições do espaço onde os doentes adultos fazem quimioterapia em regime de ambulatório. As obras devem começar até final do ano.

LUSA

ler mais