No dia 27 de abril, por volta das 18h, irá decorrer um exercício de Suporte Básico de Vida, no Centro de Congressos do Algarve, em Vilamoura. O evento tem como objetivo sensibilizar os portugueses para a morte súbita em Portugal.

“Ser reanimado é um direito cívico e não se pode ter a vida de alguém vetada à sorte. Salvar vidas pode estar nas nossas mãos e aprender as técnicas de Suporte Básico de Vida é um passo para não vivermos com o coração nas mãos”: esta é a principal mensagem que a Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) quer transmitir à população portuguesa com esta iniciativa.

Há que recordar os números para recordar a importância deste tema: 32 vidas por dia, 970 por mês e 11.640 por ano são o número de vítimas por morte súbita cardíaca, em Portugal. Das 12.000 vítimas de paragem cardíaca, apenas 360 sobrevive. “É como se todos os meses caíssem 4 aviões com cerca de 236 vítimas mortais cada”, finaliza a SPC.