O Recrutamento no sector dos Dispositivos Médicos

Jéssica Ferreira

Jéssica Ferreira

Consultant - Healthcare & Life Sciences na Michael Page

Por que razão é o sector dos Dispositivos Médicos cada vez mais atrativo para os candidatos na área da Saúde? E por que motivo não é fácil entrar nesta indústria?

É cada vez mais comum encontrar profissionais que ambicionam integrar empresas no sector dos Dispositivos Médicos (DM). Acontece pelos mais variados motivos: seja pelo pacote salarial geralmente mais atractivo, pelos nichos de mercado em que se inserem, pela sensação de ser uma área diferenciada que contribui para uma maior qualidade de vida, mas, sobretudo, pelo sentimento de se ser efectivamente um Consultor Médico, acrescentando valor a qualquer profissional de saúde. Na realidade, o sector dos DM tem conseguido ganhar uma voz activa e o seu espaço na indústria, captando, principalmente, a atenção de quem se tem especializado nos medicamentos.

Ainda existe, no entanto, um grande desconhecimento sobre o que pode ser um dispositivo. Ora, tanto um medicamento como um dispositivo têm em comum a finalidade médica, sendo que os efeitos nos DM não são alcançados por qualquer meio farmacológico. Além disso, a diversidade de produtos é também desconhecida – vão desde os instrumentos cirúrgicos, válvulas cardíacas e próteses ortopédicas, aos equipamentos de ressonância magnética, cadeiras de rodas e camas hospitalares e, ainda, às simples ligaduras, meias de compressão e às tão conhecidas lentes de contacto.

Relativamente aos Recursos Humanos vive-se um ambiente de grande mudança actualmente. A identidade e cultura de cada empresa tem vindo a alterar-se e a adaptar-se aos novos tempos a uma velocidade estonteante, e é necessário que todos os colaboradores tenham uma forte capacidade de adaptação. Enquanto que no sector dos medicamentos temos visto uma grande aposta em perfis alternativos, a verdade é que nos DM ainda se mantém uma procura restrita, apostando em perfis técnicos, comercialmente especializados numa certa área e território, com determinado background académico e, muitas vezes, num circuito francamente fechado.

No que concerne aos perfis mais recrutados, mantêm a liderança os perfis Técnico-Comerciais, destacando-se as áreas cirúrgicas, como a Cardiologia de Intervenção, Neurocirurgia e Ortopedia; em segundo lugar, surgem os perfis de Marketing; e, por fim, os perfis de Assuntos Regulamentares e Concursos Públicos, podendo esta última responsabilidade ser acumulada pelos comerciais.

Cada um destes perfis apresenta características próprias, sendo que, no recrutamento de perfis Técnico-Comerciais, valoriza-se o background na área da Saúde, com destaque para as licenciaturas em Cardiopneumologia, Enfermagem e Engenharia Biomédica, forte aptidão comercial e de negociação (com experiência comercial no território a desenvolver) e excelente atenção ao detalhe. Já nos perfis de Marketing, os candidatos devem ser extremamente comerciais, com uma forte componente no terreno (mais de 50%), sendo também fundamental o sentido crítico e a proactividade. Finalmente, os candidatos de Assuntos Regulamentares devem apresentar conhecimentos prévios em DM, apesar deste não ser um requisito eliminatório. Quanto aos idiomas, mantém-se a necessidade de fluência em Inglês e/ou Espanhol.

De facto, o recrutamento nos DM não é de desmesurado volume e é restrito. Mas para cada nova oportunidade profissional, existe um elevado número de candidaturas de excelentes profissionais das mais variadas áreas de actuação. Uma certeza é que este é um sector que aposta na inovação e valoriza pessoas com forte sentido crítico e com um mindset fora do comum. No entanto, existe, é certo, um caminho a percorrer para que possa existir uma maior diversidade de perfis, o que se deve naturalmente à particularidade de muitas das suas áreas, que exigem conhecimentos técnicos muito profundos.

A área dos Dispositivos Médicos aposta essencialmente no recrutamento de hard skills. O desafio concentra-se nas soft skills, que têm aumentado exponencialmente de importância. Neste sentido, os players no mercado de recrutamento desempenham um papel fundamental.

ler mais