João Morais, diretor do Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) e presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), foi recentemente eleito presidente da Federação das Sociedades de Cardiologia de Língua Portuguesa, para um mandato de um ano até setembro de 2019.

A Federação das Sociedades de Cardiologia de Língua Portuguesa foi oficialmente constituída em março de 2015, pela SPC em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, e visa promover o encontro entre os nove países que a compõem, com o objetivo da divulgação da Cardiologia nos países lusófonos, onde vários médicos muitas vezes exercem sem condições ou recursos. A Sociedade Angolana de Cardiologia também se associou, bem como cardiologistas de Cabo Verde, São Tomé, Moçambique e Macau.

Comunicado