A 2ª vaga do Vacinómetro, para a época gripal 2018/2019, monitorizou a vacinação contra a gripe nos grupos prioritários, desde o dia 15 de outubro. Os dados mostram que a vacina foi administrada a cerca de:

  • 52,9% dos indivíduos com 65 anos ou mais anos – mostra uma tendência de subida em cerca de 2,8% em comparação ao período homólogo do ano passado;
  • 40,7% dos indivíduos portadores de doença crónica – mostra uma tendência de descida em cerca de 5% em comparação ao período homólogo do ano passado;
  • 37,2% dos profissionais de saúde em contacto direto com doentes – mostra uma tendência de subida na ordem de 3,4% em comparação ao período homólogo do ano passado;
  • 23,0% dos portugueses com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos – mostra uma tendência de descida na ordem de 4,9% em comparação ao período homólogo do ano passado.

Ao comparar com os dados da época anterior, verificamos uma taxa de vacinação superior para todos os grupos, sobretudo para os indivíduos com 65 ou mais anos.

Ao todo, cerca de 1.075.249 portugueses com 65 ou mais anos já foram vacinados contra a gripe. A estes juntam-se os cerca de 148.829 cidadãos com idades entre os 60 e os 64 anos, também eles vacinados contra a doença.

Do total do grupo de indivíduos vacinados, os motivos que levaram à vacinação foram:

  • 45,7% por recomendação do médico;
  • 25,5% por iniciativa própria, para estar protegido;
  • 16,9% no contexto de uma iniciativa laboral;
  • 9,5% porque sabem que fazem parte de um grupo de risco para a gripe;
  • 0,7% por recomendação do farmacêutico.

 

Mais uma vez, recordamos as recomendações da Direção-Geral da Saúde que apelam à vacinação.

De acordo com as orientações oficiais nacionais, a vacina pode ser administrada durante todo o outono/inverno, de preferência até ao fim do ano civil.

A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada para os grupos alvo prioritários:

  • Pessoas com idade igual ou superior a 65 anos;
  • Doentes crónicos e imunodeprimidos com 6 ou mais meses de idade;
  • Grávidas;
  • Profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados (ex.: lares de idosos).

A vacina também é aconselhada a pessoas com idade entre os 60 e os 64 anos.

Lançado em 2009, o Vacinómetro permite monitorizar em tempo real, a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe em grupos prioritários recomendados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

COMUNICADO

ler mais