O título foi atribuído pelo “trabalho notável e pelas contribuições relevantes de Duarte Nuno Vieira para a afirmação e o progresso da medicina legal e forense a nível internacional”. A cerimónia irá decorrer a par do Congresso Internacional de Ética Médica, do qual o professor catedrático da FMUC é um dos oradores convidados.

Localizada na cidade de Iasi (a maior do leste da Roménia), a Universidade de Medicina e Farmácia Grigore T. Popa é uma das instituições de ensino superior mais relevantes da Europa central, sendo considerada como particularmente avançada no âmbito da investigação e da educação médicas. Foi nesta universidade que Nicolae Paulescu descobriu a insulina. E lá saiu o vencedor do Prémio Nobel da Medicina de 1974, George Emil Palade.

Duarte Nuno Vieira, professor catedrático de Medicina Legal e Ciências Forenses e de Ética e Direito Médico, já foi galardoado com 18 títulos honoríficos, entre os quais Académico Honorário da Real Academia de Granada, da Academia de Medicina do Uruguai e da Academia das Ciências e das Artes de Itália. Membro honorário de diversas sociedades científicas, o diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra é também Cidadão Honorário de Guaiaquil (Equador) e – entre muitas outras distinções – recebeu a medalha de ouro da Faculdade Medicina da Universidade de Comenius de Bratislava (Eslováquia). Em 2014 foi galardoado pela Academia Americana de Ciências Forenses com o Douglas Medal Award, o mais prestigiado prémio internacional da área, atribuído apenas de três em três anos.

COMUNICADO