Hoje em dia as dietas pobres em hidratos de carbono são cada vez mais populares. Contudo, se está grávida fique a saber que uma alimentação com essas características pode prejudicar a saúde do seu bebé. Pelo menos é isso que indica um estudo recente, feito pela Universidade da Carolina do Norte (nos EUA) a mais de 11 mil mulheres grávidas e publicado na revista Birth Defects Research.

Os cientistas descobriram que restringir a ingestão de hidratos de carbono durante a gravidez aumenta em 30% o risco de o feto desenvolver malformações no cérebro, na coluna vertebral ou na medula espinal quando ainda se encontra no ventre da mãe. Dentro destas malformações congénitas cabem as chamadas NTD´s, um grupo de doenças onde inclui a espinha bífida (malformação congénita que faz com que a coluna não feche completamente) ou a anencefalia (doença em que partes do cérebro não se desenvolvem).

Na base do problema está o ácido fólico. Esta vitamina, que podemos encontrar em abundância no pão, nos cereais ou nas massas – ou seja, em alimentos ricos em hidratos de carbono – diminui consideravelmente o risco de o feto nascer com NTD´s. A relação entre o ácido fólico e este tipo de doenças tem sido sugerida por várias investigações feitas nas últimas décadas – levou até a Food and Drug Administration, a agência que regula o setor alimentar nos EUA, a ordenar a adição de 140 microgramas desta vitamina por cada 100 gramas de cereais em 1998.

No entanto, só agora foi levado a cabo um estudo de grandes dimensões para comprovar o efeito benéfico do ácido fólico nos fetos. Um grupo de cientistas da Universidade da Carolina do Norte, liderados pela professora Tania Desrosiers analisou dados referentes a 11.285 mulheres grávidas, cujos bebés nasceram entre 1998 e 2011.

Utilizando dados de um questionário, os investigadores concluíram que a ingestão de ácido fólico em mulheres que praticavam dietas com défice de hidratos de carbono era menos de metade da das outras mulheres e que isso aumentava as em 30% as probabilidades de o bebé nascer com uma malformação.

Embora muitas mulheres tomem suplementos de ácido fólico durante a gravidez, este tipo de malformações congénitas desenvolve-se geralmente numa fase inicial da gestação. Como uma grande parte das gravidezes não são planeadas, quando a gravidez é descoberta muitas vezes é tarde demais para prevenir muitos casos de NTD´s.

ler mais