A plataforma será um espaço que disponibiliza informação sobre um conjunto de sintomas da bexiga hiperativa e visa também promover um estilo de vida saudável que favoreça uma melhoria na qualidade de vida de quem é afetado direta ou indiretamente pela doença.

De acordo com comunicado de imprensa dos promotores da iniciativa, a bexiga hiperativa é “um dos problemas de saúde mais recorrentes por todo o mundo e afeta cerca de 17% da população europeia com mais de 40 anos”.

«Na bexiga mando eu» é uma plataforma online, criada pela Astellas Farma, com o apoio da Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia, dedicada a esta patologia e direcionado a doentes, familiares e a todas as pessoas que sejam afetadas direta ou indiretamente por esta doença.

O blogue conta também com uma página da rede social Facebook.

Comunicado/SO/SP