A procura por avaliações periciais isentas, em particular associadas a acidentes de trabalho está a aumentar, sendo cada vez frequente o recurso a estes serviços por parte de agentes de forças policiais e militares. Um mercado em que a Best Medical Opinion (BMOp), foi pioneira em Portugal e que hoje lidera.

De acordo com responsáveis da empresa, esta realidade crescente “reflete a qualidade, credibilidade e independência, asseguradas pela empresa ao longo dos seus quase 7 anos de existência”.

Segundo Pedro Meira e Cruz, director da Best Medical Opinion, a atividade está em franca expansão, com muitos agentes de muitos outros setores, para além dos referidos a procurar alicerçar processos litigiosos em perícias, realizadas pela equipa técnica da Best Medical Opinion. “Entidades empregadoras, como Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE (ULSAM), Unidade Local do Nordeste, EPE (ULSNE) e EPAL – Empresa Pública de Águas Livres, SA consideram, recorrentemente, que o trabalho pericial da BMOp é isento, idóneo e célere. Motivo que ajuda a explicar também a dimensão e a reincidência de pedidos, no âmbito dos Acidentes de Trabalho”, concretiza o responsável da empresa.

Uma tendência que é acompanhada, também, pela adesão por parte de Advogados. “72 por cento das centenas de processos que temos advêm da vontade, dos Advogados, de obterem fundamentação técnica para apresentar em Tribunal. A percentagem cresceu face a 2015 e leva-nos a concluir que estamos no rumo certo, de ajudar os Cidadãos a fazer valer melhor os seus direitos.”

Em linha de crescimento estão igualmente os pedidos de avaliações periciais em contexto de Acidentes de Viação e Acidentes Pessoais. Em 2016 as perícias para avaliação de dano corporal em sede de direito civil, realizadas pelos Peritos da Best Medical Opinion, registaram um aumento de 6 por cento relativamente a 2015.

No ano passado, a empresa, fundada em 2010, registou também uma subida de 42 por cento no serviço Designação de Peritos para diligências periciais, principalmente em Tribunal. Uma realidade crescente que levou a empresa a decidir-se pela abertura de uma nova linha de serviço, de acompanhamento e assessoria a advogados, por médicos, em diligências judiciais. Ao SaudeOnline, Pedro Meira e Cruz sintetiza a estratégia: “fortalecer a confiança que a Sociedade já tem nos pareceres e perícias, com o acompanhamento de assistentes/consultores técnicos até à fase de resolução de contenda. E assim, ajudamos também a colmatar imperfeições do Sistema.”

Muito relevantes na atividade da Best Medical Opinion são também as Avaliações Médicas Preliminares, em contexto pericial, bem como esclarecimentos em consultas/reuniões com a Coordenação Médica. As primeiras avaliações tiveram um aumento de 37 por cento, face a 2015. E, tal como nesse período, “também aqui um número muito elevado de avaliações seguem para processo por causa dos sólidos elementos, apresentados pela nossa equipa”, sublinha Pedro Meira e Cruz. Mais: “continua a registar-se que as atividades periciais acabam com decisões, em Tribunal, concordantes com o sentido das avaliações feitas pelos nossos Peritos”, conclui o diretor da Best Medical Opinion.

MM/SO

 

ler mais