As recomendações para o tratamento da embolia pulmonar aguda recomendam anticoagulação terapêutica para todos os doentes durante pelo menos três meses, procedendo ao fim destes a uma análise dos fatores de risco para decisão de continuar o tratamento. No entanto, não existem recomendações claras no que diz respeito ao seguimento clínico uma vez terminado o período de anticoagulação terapêutica, apesar da identificação de complicações de longo prazo após tromboembolismo pulmonar (TEP) agudo

ler mais