A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) elegeu o cardiologista João Brum Silveira como presidente da direção nos próximos dois anos. João Brum Silveira é licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e cardiologista há mais de 20 anos.

Esta nova direção pretende reforçar o posicionamento institucional da Associação e destacar a cardiologia de intervenção, ao nível nacional e internacional, mantendo a cooperação com as associações congéneres. A formação e educação dos jovens cardiologistas continuará a ser uma prioridade.

“Nos próximos dois anos, a APIC vai promover também uma aproximação à comunidade, numa perspetiva de consciencialização para a prevenção e diagnóstico precoce das doenças cardíacas, mas também por forma a assegurar que os doentes estão a beneficiar de todas as formas de tratamento modernas e inovadoras disponíveis no SNS português, independentemente da sua condição social ou do local onde habitem”, refere João Brum Silveira.

A nova direção é também constituída pelos médicos António Fiarresga (Secretário-Geral) e Ricardo Santos (Tesoureiro). A Assembleia-Geral é constituída pelos médicos Eduardo Infante de Oliveira (Presidente), Renato Fernandes (Vogal) e Pedro Gonçalves (Vogal).

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), uma entidade sem fins lucrativos, tem por finalidade o estudo, investigação e promoção de atividades científicas no âmbito dos aspetos médicos, cirúrgicos, tecnológicos e organizacionais da Intervenção Cardiovascular. Para mais informações: www.apic.pt