A propósito do Congresso Internacional de Esclerose Múltipla, a decorrer entre os dias 9 e 11 de março, a Merck iniciou uma campanha de sensibilização que pretende mostrar como se vive com Esclerose Múltipla (EM), através de experimentação física e virtual.

A casa é composta por três divisões. Na sala de estar, o sofá é mais baixo do que o normal e existe um tapete de água que dá a sensação de desequilíbrio. Na cozinha, os participantes vão perceber como o simples gesto de pegar numa caneca pode exigir um grande esforço e na casa-de-banho, o espelho vai apresentar uma imagem desfocada.

Todas estas características levam a que as pessoas diagnosticadas com EM tenham de se adaptar a uma nova realidade.

No dia inaugural da casa, foi ainda possível navegar no sistema nervoso do doente, através de uns óculos de Realidade Virtual, e observar as lesões na mielina e o impacto que têm ao nível da função afetada.

“Hoje em dia, os avanços terapêuticos na área da EM já permitem que as pessoas prossigam a sua vida e consigam manter uma atividade profissional. Contudo, para as pessoas que sofrem desta doença é de suma importância criar uma maior consciencialização sobre o tema e daí surge a Casa da EM. Na Merck, é nosso objetivo contribuir para melhorar a qualidade de vida dos doentes nas suas várias dimensões, seja no âmbito clínico, como no âmbito dos relacionamentos interpessoais”, referiu Bruno Wohlschlegel, diretor-geral da Merck em Portugal.

A EM é uma doença crónica, inflamatória e degenerativa, que afeta o Sistema Nervoso Central e surge frequentemente entre os 20 e os 40 anos. Estima-se que existam cerca de 2,5 milhões de pessoas com EM em todo o mundo, segundo da Organização Mundial de Saúde, e em Portugal mais de 8 mil.

O Congresso Internacional de Esclerose Múltipla do Porto marca o primeiro momento de apresentação da Casa da EM, que segue para o Congresso da Associação Portuguesa de Farmacêuticos Hospitalares. Ao longo do ano de 2017 a Casa será estrategicamente apresentada em outros momentos, com o objetivo de formar e sensibilizar o maior número de pessoas.

Comunicado de Imprensa/SO